fbpx

A diferença que o Papel pode fazer na Impressão

A diferença que o Papel pode fazer na Impressão

Imagine ter aquele documento super importante para imprimir e, de repente, a qualidade da impressão ser das piores. Quando isso acontece, a primeira coisa que você faz é culpar sua impressora pelo problema, certo?

Sabia que o vilão aqui nem sempre pode ser o equipamento? Muitas vezes, o papel utilizado na impressão pode, justamente, causar essa qualidade ruim. Não acredita?

Se você acha que isso não pode ser verdade, acompanhe esse texto. Aqui, vamos lhe mostrar como o papel pode comprometer ou melhorar a qualidade da sua impressão. Confira.

 

Umidade do papel pode estragar a impressão e a impressora

Quando você vai comprar o papel para usar em sua impressora, ele está sempre seco, certo? Pergunta estranha essa, não é mesmo? Bem, mas ela foi feita com um sentido.

O papel utilizado na impressão, mesmo que esteja seco à primeira vista, pode ficar extremamente úmido se você costuma fazer suas impressões em locais com muita umidade.

Isso porque as folhas, quando retiradas de sua embalagem original, passam a absorver a umidade do ambiente, o que pode acabar com a qualidade das suas impressões.

Então, para não sofrer com esse problema, não deixe o papel na bandeja o dia todo. Coloque apenas a quantidade que será utilizada no dia, guardando o restante.

Quando o papel absorve muita umidade, as folhas grudam umas nas outras. Além de prejudicar a qualidade das suas impressões, isso faz com que a impressora puxe duas ou mais folhas, prejudicando seu bom funcionamento.

 

Escolher o tipo de papel errado pode acabar com seu projeto

Como se sabe, existem diversos tipos de papel. Essa variedade, no entanto, pode confundir, fazendo com que você escolha a opção errada na hora da impressão, comprometendo a qualidade do produto final.

Para não sofrer com esse problema, antes de imprimir qualquer coisa, verifique sua impressora. Veja quais tipos de papel ela aceita e, antes de iniciar o processo, configure o aparelho para o tipo de papel que está utilizando.

Quando você configura a impressora para um determinado tipo de papel, ela adapta o processo de impressão, aumentando a qualidade do produto final.

Verifique também o tipo de papel e de impressão que deseja, pois em alguns tipos a tinta não se fixa muito bem, deixando a qualidade do que você imprimiu muito aquém do esperado.

 

Não fazer o ajuste correto da impressora

Muitas vezes, você segue corretamente as instruções sobre o tipo de papel que irá utilizar para imprimir, armazena esse produto da forma correta mas, quando começa a impressão, o resultado fica muito abaixo do que você queria.

Afinal, o que pode estar errado? Aqui pode ser culpa de um detalhe que muitas pessoas ignoram: as indicações da impressora sobre o ajuda das réguas da bandeja.

Quando eles não respeitam a largura e o comprimento corretos do papel, ele pode ser puxado de maneira torta e emperrar ou sair com uma impressão muito ruim e totalmente fora de esquadro, fazendo com que você tenha gasto tempo e papel à toa.

Caso isso aconteça, não arranque o papel com toda a força. Procure tirá-lo com delicadeza, para que ele não rasque em pedaços pequenos e fique preso dentro da impressora.

Então, configure-a corretamente, para que sua impressão saia de acordo com o que você esperava.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*